:: 2016 ::




15 e 16 Julho 2016 | 21:00h | GRANULAR Fest2016 | ZDB | Lisboa | Produção: Granular e ZDB


PROGRAMA:


15 Jul | 21h-22h | ZDB - Sala Aquário | Concerto por Emidio Buchinho + Carlos Santos + Nuno Morão

Emidio Buchinho: guitarra eléctrica

Carlos Santos: computador, sintetizador, microfones, electrónica

Nuno Morão: percussão


15 Jul | 22h-23h | ZDB - Sala Aquário | Concerto por Ricardo Webbens + Gustavo Costa

Ricardo Webbens: electrónicas

Gustavo Costa: percussão


15 Jul | 23h-24h | ZDB - Sala Aquário | Concerto por Abdul Moimême + Albert Cirera

Abdul Moimême: guitarra eléctrica preparada

Albert Cirera: saxofone


16 Jul | 14h-17h | ZDB - Sala Aquário | Workshop sobre Formas de Improvisação , por Manuel Guimarães


16 Jul | 21h-21.30h | ZDB - Sala Aquário | “Matière et Mémoire” - Concerto por Diogo Lopes + Tomás Freire

Diogo Lopes: clarinete, electrónicas

Tomás Freire: voz


16 Jul | 21.30h-22.30h | ZDB - Sala Aquário | “4TET” - Concerto por Carlos “Zíngaro” + Ulrich Mitzlaff + João Pedro Viegas + Alvaro Rosso

Carlos “Zíngaro”: violino

Ulrich Mitzlaff: violoncelo

João Pedro Viegas: clarinetes baixo e soprano

Alvaro Rosso: contrabaixo


16 Jul | 22.30h-23.30h | ZDB - Sala Aquário | Concerto por Manuel Guimarães + João Camões + Miguel Falcão + José Bruno Parrinha

Manuel Guimarães: guitarra clássica

João Camões: viola d’arco

Miguel Falcão: contrabaixo

José Bruno Parrinha: clarinete soprano


16 Jul | 23.30h-00.30h | ZDB - Sala Aquário | “Rádio Diáspora - Poesia Sonora” - feat. Paulo Curado e João Madeira - Concerto

Rômulo Alexis: sopros e efeitos

Wagner Ramos: bateria e electrónicas

Paulo Curado: flauta

João Madeira: contrabaixo



  1. +INFO: http://www.zedosbois.org | 00351.213 430 205

zdb@zedosbois.org | reservas@zedosbois.org

Rua da Barroca, 59 | 1200-049 Lisboa




5 Maio 2016 | 19:00h | Carlos “Zíngaro”, Mia Zabelka, Jean-Marc Foussat (concerto) |

Carpe Diem - Arte e Pesquisa | Lisboa | Apoio à Divulgação: Granular


Carlos “Zíngaro”: violino
Mia Zabelka: violino
Jean-Marc Foussat: electrónica 


Entrada: 3 euros


  1. +INFO: info@carpe.pt | 00351. 211 977 102


Carpe Diem | Rua do Século, 79 (Bairro Alto), 1200-433 Lisboa




21 Abril 2016 | 22:30h | MY FRIEND THE TREE - Flo Stoffner, Rudi Mahall e Paul Lovens (concerto) | Hot Club de Portugal | Lisboa | Co-Produção: Granular

"My friend the Tree" unites three generations of improvisers. 
The three musicians are personal and musical accomplice. 
Paul Lovens and Rudi Mahall know each other from groups like the Globe Unity Orchestra, or the group of Aki Takase. 
Paul Lovens and Flo Stoffner combines a 10-year collaboration with groups like the Trio with Martin Schütz or the trio "Furnaces", which Rudi Mahall has invited an year ago for a tour. 

"My friend the Tree" is a trio with a unique sound that new pages of improvisation brings to light. 


Flo Stoffner: guitarra eléctrica
Rudi Mahall: clarinete baixo
Paul Lovens: bateria 


2 sessões: 22h30 e 00h00


Entrada: 7,50 euros


Hot Club de Portugal | Praça de Alegria, 48, Lisboa




15 Abril 2016 | 22:00h | I/O - duo electro-acústico de Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos (concerto) | DARC - Desterro 7 | Lisboa | Apoio à Divulgação: Granular


Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos iniciaram a sua colaboração musical no final dos anos 90, desenvolvida no conceito de música electroacústica interactiva. Carlos Santos toca música electrónica digital, usando metodologias diversificadas. Ulrich Mitzlaff trabalha com o seu instrumento acústico como uma fonte sonora global. O que une estes dois músicos é a expressividade da livre improvisação, através de técnicas electroacústicas e processos electrónicos em tempo real, com o objectivo de interagir numa ilimitada multiplicidade do discurso musical e do espaço acústico envolvente.

Em I/O, Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos começam a tocar a partir do quase “não audível”, que entendem ser uma importante pré-condição para reconhecer, articular e exprimir um espaço sonoro. O duo explora os seus instrumentos através de pequenos fragmentos sonoros que formam a base para a construção do discurso musical. Essa aproximação inclui a utilização de objectos externos dentro do contexto musical. Com este entendimento o material sónico e os processos aplicados constroem um mundo de micro sonoridades, como se fossem módulos que interagem com o fluxo das afirmações imediatas. Neste contexto, o espaço sonoro pode mudar ou ser confrontado com outras afirmações musicais espontâneas. O processo da composição está completamente aberto, tal como as decisões que o duo toma durante a actuação. Por momentos, a performance torna-se numa escultura musical instantânea. O “outcome” auditivo é bastante surpreendente, não apenas para o público mas também para os próprios músicos.

I/O tocou em 2014 no “XVI Ciclo de Música Contemporánea”, Museo Vostell Malpartida, Cáceres, Espanha, e no EKA Palace, Lisboa, em 2015.


Ulrich Mitzlaff: violoncelo, objectos

Carlos Santos: computador, electrónica digital, objectos


Entrada: 3 euros


  1. +INFO: www.darc.pt | https://www.facebook.com/desterrolx | desterro@darc.pt | 00351.218 871 350


Ulrich Mitzlaff: http://ulrichmitzlaff.com; http://www.myspace.com/ulrichmitzlaff; http://www.granular.pt;https://www.facebook.com/ulrich.mitzlaff; https://soundcloud.com/umitzlaff/

Carlos Santos: https://soundcloud.com/carlosmsantos | https://vimeo.com/carlosmsantos | http://www.behance.net/carlosmsantos | http://www.linkedin.com/pub/carlos-santos/6/370/176

Dois excertos de "BLAU”: https://soundcloud.com/umitzlaff/io-blau-live-at-mvm-exa | https://www.youtube.com/watch?v=RIFuH64CuLo&feature=share&fb_ref=share


DARC - Desterro 7 | Calçada do Desterro, nº 7 | 1150-241 Lisboa | T: 00351.218 871 350

Como chegar: Metro Estação Martim Moniz




14 Abril 2016 | 14:00h | SEMINÁRIO DE APRESENTAÇÃO DO SOFTWARE BeCOMPOSER |

EMIDIO BUCHINHO | ESART - Escola Superior de Artes Aplicadas do IPCB | Castelo Branco | Produção: Sonoscopia | Parceria: Granular


BeCOMPOSER é uma aplicação informática desenvolvida por Emidio Buchinho, com a colaboração de Luís de Matos (ex-aluno do curso de Criação Digital e Multimédia da Restart) e de António de Sousa Dias, no âmbito do seu Doutoramento em Ciência e Tecnologias da Artes – Informática Musical.

O BeCOMPOSER tem por objectivo permitir a compositores e músicos improvisadores, interessados em composição directa induzida ou conduzida, criarem individual ou colectivamente composições musicais ou sonoras com um grande grau de indeterminismo. Não é um programa para interpretação ou execução síncrona de partituras em tempo-real. É um sistema informático de composição sonora e visual com uma facilidade e rapidez de utilização, que permite uma fluidez de criação semelhante a alguns contextos de improvisação livre.


  1. +INFO: www.sonoscopia.pt | www.facebook.com/sonoscopia.associacao | sonoscopia@gmail.com

00351.916 088 659 / 936 635 170 / 220 945 915

Avenida do Empresário - Campus da Talagueira | 6000-767 Castelo Branco

expediente.esart@ipcb.pt | 00351.272 340 800




24 Março 2016 | 22:00h | REBELO MITZLAFF FRANCO TRIO (concerto) | SMUP - Sociedade Musical União Paredense | Parede | Apoio à Divulgação: Granular


O trio formado por Nuno Rebelo, Ulrich Mitzlaff e Marco Franco apresenta-se pela primeira vez em concerto neste formato. Todos já trabalharam em diferentes constelações e em várias ocasiões entre si, mas deste trio prevê-se um encontro musical que sintetiza todo o tipo de relacionamento expressivo sonoro de livre improvisação com bases do free jazz, do experimentalismo e da música contemporânea erudita.

A música expõe afirmações complexas concebidas através fortes dinâmicas e intensas técnicas estendidas em contraste com espaços livres, silêncios pausados e situações modeladas sensivelmente. Esses elementos antagónicos formam a base para uma linguagem que surge na instantaneidade do próprio momento e que faz lembrar obras de pintores como os do “Expressionismo” ou dos “Die Neuen Wilden”.

As composições efémeras do trio reflectem uma interacção constante que abrange transfigurações sónicas abstractas que aparentemente pensamos que sejam impossíveis para um fluxo de um discurso musical. Mas nada está excluído, tudo é possível a partir da imaginação que vai muito surpreender – just as free music.


Nuno Rebelo: guitarra eléctrica
Ulrich Mitzlaff: violoncelo
Marco Franco: bateria, percussão 


Entrada: 5 euros


  1. +INFO: https://www.smup.pt | https://www.facebook.com/smup.parede | https://www.facebook.com/CulturaNoMuro | geral@smup.pt | 00351.214 571 325


Nuno Rebelo: http://nuno-rebelo.blogspot.pt/; http://nunorebelo.com.sapo.pt/

Ulrich Mitzlaff: http://ulrichmitzlaff.com; http://www.myspace.com/ulrichmitzlaff; http://www.granular.pt;https://www.facebook.com/ulrich.mitzlaff; https://soundcloud.com/umitzlaff/

Marco Franco: https://www.facebook.com/#!/marco.franco.9480?fref=ts; http://mikadolab.bandcamp.com/


SMUP - Sociedade Musical União Paredense | Rua Marquês de Pombal, 319 | 2775-265 Parede |

Como chegar: CP Estação Parede | 38°41'21.8"N 9°21'24.1"W




17 Março 2016 | 22:00h | CIRERA MITZLAFF CABRAL TRIO (concerto) | Cine Incrível | Almada | Apoio à Divulgação: Granular


O CIRERA MITZLAFF CABRAL TRIO encontra-se pela primeira vez neste formato, mas os músicos já colaboraram entre si em várias constelações. Agora juntos, prometem um encontro musical de enorme espontaneidade e com uma interacção muito dinâmica durante todo o fluxo do concerto.

As bases desta formação encontram-se em linguagens do free jazz, da música experimental e da música contemporânea erudita. O elemento fundamental é o entendimento de escuta e atenção profunda e a percepção de cada membro dessa formação do seu próprio instrumento como fonte sonora global. Não há limites nas afirmações sónicas, que podem ser estendidas ou ultrapassadas nas formas expressivas que se orientam nas sonoridades do momento e no “aqui e agora”.

O CIRERA MITZLAFF CABRAL TRIO vive da livre improvisação que permite um discurso de surpresa e de intercâmbio constante de ideias musicais e linguagens variadas com imaginações sonoras diversificadas. O público será convidado a uma viagem sónica da qual só se conhece o início - os próprios músicos não têm a priori uma chegada definida. Pode-se adivinhar ou especular, mas não se sabe onde irá culminar…


Alberto Cirera: saxofone
Ulrich Mitzlaff: violoncelo
Miguel Feraso Cabral: bateria, percussão 


Entrada livre


  1. +INFO: 00351.932 072 937 / 218 227 722

Alberto Cirera: http://www.albertcirera.com/; https://www.facebook.com/al.cherry.12?fref=ts

Ulrich Mitzlaff: http://ulrichmitzlaff.com; http://www.myspace.com/ulrichmitzlaff; http://www.granular.pt;https://www.facebook.com/ulrich.mitzlaff; https://soundcloud.com/umitzlaff/

Miguel Feraso Cabral: http://miguelferaso.com/music/; https://www.facebook.com/Miguel.Feraso.Cabral


Rua Capitão Leitão, nº 1 | 2800-135 Almada




6 Fevereiro 2016 | 22:00h | “BLAU” - I/O duo electro-acústico (Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos) | SMUP - Sociedade Musical União Paredense | Parede | Apoio à Divulgação: Granular


Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos iniciaram a sua colaboração musical no final dos anos 90, desenvolvida no conceito de música electroacústica interactiva. Carlos Santos toca música electrónica digital, usando metodologias diversificadas. Ulrich Mitzlaff trabalha com o seu instrumento acústico como uma fonte sonora global. O que une estes dois músicos é a expressividade da livre improvisação, através de técnicas electroacústicas e processos electrónicos em tempo real, com o objectivo de interagir numa ilimitada multiplicidade do discurso musical e do espaço acústico envolvente.

Em I/O, Ulrich Mitzlaff e Carlos Santos começam a tocar a partir do quase “não audível”, que entendem ser uma importante pré-condição para reconhecer, articular e exprimir um espaço sonoro. O duo explora os seus instrumentos através de pequenos fragmentos sonoros que formam a base para a construção do discurso musical. Essa aproximação inclui a utilização de objectos externos dentro do contexto musical. Com este entendimento o material sónico e os processos aplicados constroem um mundo de micro sonoridades, como se fossem módulos que interagem com o fluxo das afirmações imediatas. Neste contexto, o espaço sonoro pode mudar ou ser confrontado com outras afirmações musicais espontâneas. O processo da composição está completamente aberto, tal como as decisões que o duo toma durante a actuação. Por momentos, a performance torna-se numa escultura musical instantânea. O “outcome” auditivo é bastante surpreendente, não apenas para o público mas também para os próprios músicos.

I/O tocou em 2014 no “XVI Ciclo de Música Contemporánea”, Museo Vostell Malpartida, Cáceres, Espanha, e no EKA Palace, Lisboa, em 2015.


Ulrich Mitzlaff: violoncelo, objectos

Carlos Santos: computador, electrónica digital, objectos


Entrada: 5 euros


  1. +INFO: https://www.smup.pt | https://www.facebook.com/smup.parede | https://www.facebook.com/CulturaNoMuro | geral@smup.pt | 00351.214 571 325


Ulrich Mitzlaff: http://ulrichmitzlaff.com; http://www.myspace.com/ulrichmitzlaff; http://www.granular.pt;https://www.facebook.com/ulrich.mitzlaff; https://soundcloud.com/umitzlaff/

Carlos Santos: https://soundcloud.com/carlosmsantos | https://vimeo.com/carlosmsantos | http://www.behance.net/carlosmsantos | http://www.linkedin.com/pub/carlos-santos/6/370/176

Dois excertos de "BLAU”: https://soundcloud.com/umitzlaff/io-blau-live-at-mvm-exa | https://www.youtube.com/watch?v=RIFuH64CuLo&feature=share&fb_ref=share


SMUP - Sociedade Musical União Paredense | Rua Marquês de Pombal, 319 | 2775-265 Parede |

Como chegar: CP Estação Parede | 38°41'21.8"N 9°21'24.1"W




16 Janeiro 2016 | 22:30h |TRITTICO #1 - EMIDIO BUCHINHO & CARLOS SANTOS (concerto) | Casa da Música - Sala Estúdio 2| Porto | Produção: Sonoscopia | Parceria: Granular


Uma libertadora produção de signos.


A dupla de Emídio Buchinho e Carlos Santos existe desde 2006 e surgiu com o propósito expresso de aplicar os princípios da Arte Povera numa abordagem improvisada da electroacústica. O contexto foi o de um ciclo de concertos e performances que tinha como finalidade transpor para a música conceitos nascidos com as artes plásticas – Der Gelbe Klang, recuperando o título de um espectáculo de teatro sinestésico imaginado por Kandinsky. O projecto então apresentado ficou com o nome de “A Vénus de Pistoletto”, em referência à escultura com a mesma designação de Michelangelo Pistoletto, criada a partir de objectos encontrados. Dez anos passados, Buchinho e Santos voltam a partir desse artista para desembocarem na roda de bicicleta de Marcel Duchamp, pelo meio “desviando” um tema do património tradicional da música popular portuguesa, assinado por Carlos Paredes. O “Verdes Anos” surge, assim, como mais um “object trouvé” de uma arte sonora de carácter exploratório…


Texto escrito por Rui Eduardo Paes


Emídio Buchinho: concepção, composição, guitarra eléctrica, microfones, gravadores de cassetes, computador, tábua de Pistoletto, roda de Duchamp;

Carlos Santos: composição, microfones, gravadores de cassetes, computador, tábua de Pistoletto, roda de Duchamp.


  1. +INFO: www.sonoscopia.pt | www.facebook.com/sonoscopia.associacao | sonoscopia@gmail.com

00351.916 088 659 / 936 635 170 / 220 945 915

Rua da Prelada, 33 ( ao largo do Carvalhido) | Porto

info@casadamusica.com | 00351.220 120 220




15 - 16 Janeiro 2016 | 10:00h - 17:00h | OFICINA DE CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS ELECTROACÚSTICOS INVENTADOS, dirigida por Emidio Buchinho e Carlos Santos | Sonoscopia e Casa da Música - Sala Estúdio 2 | Porto | Produção: Sonoscopia | Parceria: Granular


A partir de ferro-velho ou lixo, utilizando materiais reciclados ou encontrados, os participantes nesta oficina são convidados a construir os seus próprios instrumentos musicais de cordas ou de percussão. Os instrumentos inventados serão construídos com caixas de madeira, latas, paus, cordas e pickups de guitarras, microfones piezoeléctricos, parafusos, molas, caricas, etc. Depois de um pequeno ensaio, os participantes serão desafiados a experimentar os seus instrumentos num concerto dirigido pelos formadores.


  1. +INFO: www.sonoscopia.pt | www.facebook.com/sonoscopia.associacao | sonoscopia@gmail.com

00351.916 088 659 / 936 635 170 / 220 945 915

Rua da Prelada, 33 ( ao largo do Carvalhido) | Porto

info@casadamusica.com | 00351.220 120 220

info@granular.pt

Rua Presidente Arriaga, 59, 5º 1200-771 Lisboa, Portugal
T: +351.213 970 052

PT  |  EN